Papel não é tudo igual!

Você sabia que existem vários tipos de papéis, para diversos usos? O sulfite, que você usa para imprimir documentos, é apenas um deles. E, na área artística, serve apenas para se fazer rascunhos. Já na área técnica, é o mais utilizado.

Para saber que papel usar, é preciso estabelecer o objetivo a ser alcançado: quando o que se quer é alta definição de traço, o melhor é desenhar sobre uma superfície mais lisa.

Uma ótima opção é o papel Opaline, que possui menos textura (que pode ser comparada, grosso modo, à aspereza, em outros materiais), o que ajuda o lápis, caneta ou pena a deslizar mais facilmente sobre o papel. Por esse motivo, este tipo de superfície é a preferida dos retratistas que buscam um aspecto de fotografia em seus trabalhos. A gramatura do papel é também importante; papéis mais encorpados, ou mais “grossos”, digamos, conferem maior estabilidade ao desenho, por serem mais difíceis de dobrar e marcar.

papel_canson_bristol

Porém, quando se fala em desenhos feitos à lápis, carvão ou lápis de esboço (não entendeu? Leia nosso post “O que são lápis de esboço?”), muitas vezes a textura do papel cria efeitos muito interessantes. Além disso, aumentam a aderência do grafite (ou do material em questão) ao papel. Por isso, papéis mais “porosos” são ideais para se usar com materiais que liberam mais resíduos (ou, por assim dizer, os mais “macios”), como os lápis B e os carvões. Há vários tipos de texturas, sendo os mais usados o “casca de ovo”, de rugosidade leve, o “telado”, cuja aparência imita uma tela de pintura, e o micro-cotelê, de textura mais aparente, em linhas verticais ou horizontais.

papel_canson_desenho_224

Existem também papéis para pintura, preparados para receber tinta à base de água ou óleo. Sua composição é diferente daquela dos papéis usados em técnicas secas, para fazê-los resistir ao “peso” da tinta. O mesmo acontece com os papéis feitos para pintura em aquarela: os melhores contêm algodão na fórmula, o que faz com que o papel não absorva a água, não fique úmido, funcionando como se fosse uma tela de pintura.

papel_moulinduroy_aquarela

Você pode gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *