Profissão arquiteto: o que fazer para se valorizar no mercado?

Ter um curso superior não é mais um diferencial, mas sim um pré-requisito para conseguir uma vaga de destaque, sobretudo no atual cenário da Arquitetura. É claro que obter uma graduação é uma porta de entrada para várias empresas. Entretanto, aqueles que realmente querem se valorizar na profissão arquiteto precisam extrapolar o óbvio.

Lembre-se de que existem inúmeros aspectos que tornam o profissional mais qualificado e atrativo. Quer saber quais são eles? Então, confira este post e consiga uma boa colocação no mercado:

Investir em cursos extras

O profissional que busca ser referência na área precisa se atualizar constantemente. Vale desde realizar cursos de pós-graduação até ir a palestras e workshops. O importante é procurar alternativas que complementem a sua graduação, tornando-o diferenciado na área.

Não se esqueça de que o mundo está sempre em evolução e, para atender às diversas e complexas demandas, é necessário buscar por novos conhecimentos. Essa é uma das maneiras mais efetivas de ter êxito na carreira.

Estipular preços competitivos

Isso não significa em hipótese alguma que o valor deve ser baixo.

Acompanhe o raciocínio: um orçamento abaixo do praticado pelos concorrentes passa a imagem de que o serviço oferecido pelo arquiteto é de qualidade inferior; já preços elevados assustam os clientes, dificultando a contratação.

Assim, o mais recomendado é ter valores justos: que sejam benéficos tanto para o profissional quanto para o público.

É importante ressaltar que o profissional deve levar em consideração o tempo e o investimento feito para se tornar renomado na área. Então, nada de fazer preços de banana, pois isso desvaloriza a profissão.

Fortalecer a imagem profissional

Possivelmente você, enquanto cliente, já contratou um serviço devido à indicação de outros conhecidos ou ainda por que viu determinado anúncio que era extremamente atrativo, certo? Perceba, nesse contexto, a importância de fortalecer a imagem profissional, oferecendo um serviço de qualidade.

Não existe uma regra aqui. Algumas sugestões são: caprichar na aparência e ter uma atitude proativa. As redes sociais, desde que utilizadas corretamente, também podem ajudar a promover a sua imagem profissional.

Outro aspecto importante, nesse contexto, é ter uma boa comunicação. Priorize por um diálogo cordial e amigável, mas sem ultrapassar os limites.

Apostar na inovação

Sair do tradicional é outra maneira eficiente de valorizar a profissão arquiteto. Por isso, quando terminar a graduação, pesquise por novas referências e tendências, apresentando propostas exclusivas.

Não tenha medo de ousar, usando e abusando da criatividade para criar espaços diferenciados. Tenha em mente que sair da zona de conforto é uma forma sábia e gratificante de destacar a profissão no mercado, conquistando oportunidades únicas.

Fato é que a profissão arquiteto exige cada vez mais dos graduados, que precisam aprimorar as suas técnicas para entregar um serviço de excelência. Além do mais, vale destacar que a valorização do trabalho começa desde a universidade. Por isso, esse é o momento ideal para você começar a pensar mais no seu futuro e já criar estratégias para ser um profissional renomado.

Gostou do conteúdo e agora quer saber como montar um portfólio campeão? Então, leia o nosso post que apresenta 4 coisas que não podem faltar nesse tipo de arquivo!

Você pode gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *