Como combater um bloqueio criativo?

Para muitos profissionais, disposição e iniciativa bastam para tornar produtiva uma rotina de trabalho, o que funciona bem para tarefas em que a repetição de fórmulas prontas é capaz de garantir bons resultados.

O mesmo não pode ser dito daqueles que dependem da criatividade para transformar ideias em projetos criativos e originais. É o caso de arquitetos, designers e artistas em geral, que muitas vezes se deparam com o tão temido bloqueio criativo, que acontece quando a pessoa não consegue encontrar inspiração para trabalhar em novas criações.

Quer saber como lidar com o problema? Confira as 5 dicas que preparamos e descubra como traçar estratégias para combatê-lo!

1. Mantenha uma rotina regular de produção

Um erro bastante comum entre ilustradores e profissionais das áreas da criação artística é perder tempo enquanto esperam a inspiração surgir. Mas assim como outras habilidades, a criatividade é estimulada por meio do exercício, o que funciona muito melhor do que ficar horas lapidando uma ideia em sua mente.

Um conselho seguido por muitos artistas é materializar essas ideias o quanto antes e trabalhar despretensiosamente nelas, sem preocupações com o resultado.

Lembre-se que trabalhar com um quadro ou uma folha em branco mantém o artista preso no “paradoxo da escolha”. Você só trava e fica indeciso sobre o que vai criar porque possui infinitas possibilidades, o que torna difícil escolher entre elas e começar a produzir.

Ao trabalhar com restrições, novas janelas de oportunidades se abrirão para tornar seu dia muito mais produtivo.

2. Não deixe nenhuma ideia escapar

Nem todos têm memória fotográfica e mesmo aqueles que possuem podem deixar pensamentos espontâneos escaparem por não registrá-los. Por isso, sempre ande com um bloco de anotações e lápis ou caneta para tomar nota de ideias que possam renovar seu espírito criativo.

Mesmo nos momentos de lazer e distração, anote tudo o que lhe inspira. Desde uma frase solta em um livro ou filme que você gosta, ao trecho de suas músicas favoritas e pensamentos aleatórios que podem ser muito úteis no futuro.

3. Estimule o pensamento criativo

Uma maneira produtiva de estimular a imaginação é praticando o brainstorming, que consiste em listar todas as ideias que tenham relação com o tópico em que você está trabalhando.

Coloque no papel tudo o que vier à mente, até mesmo as ideias mais absurdas. Experimente também escrevê-las em colunas e misturá-las para chegar a combinações inusitadas e incomuns.

Outra técnica divertida e eficiente é a Lista dos 100. Para fazer uma, pense em um tópico aleatório e liste 100 itens relacionados a ele, por exemplo, lugares que você quer conhecer.

O objetivo é forçar o cérebro a estabelecer conexões inesperadas, o que acontece quando você chega nos últimos 30 itens da lista e o subconsciente começa a se expressar mais livremente.

4. Invista em outras atividades criativas

Por vezes, tudo o que você precisa para lidar com um bloqueio de criatividade é desviar um pouco a atenção para tarefas que funcionem como terapia. Uma dica que funciona bem nessas horas é investir esse tempo em atividades criativas que você domina e geralmente pratica como passatempo.

Por exemplo, se você trabalha com arquitetura, mas também gosta de artesanato, invista nessa atividade para treinar suas habilidades como artesã.

Além de elevar sua autoestima, a satisfação que você encontra ao apreciar o resultado desse esforço contribui para ativar seu fluxo de inspiração e retomar a confiança para voltar a produzir.

5. Saia da sua zona de conforto

Escolher as condições mais apropriadas para trabalhar é uma tarefa difícil, tão difícil quanto abrir mão do seu cantinho de trabalho e ferramentas para testar novas opções. No entanto, vale a pena parar o que você está fazendo durante um período de falta de inspiração para sair da sua zona de conforto.

Procure por novos ambientes, vá para a rua e alterne os materiais usados nos seus processos de criação. São pequenas quebras na rotina, mas muito efetivas para encontrar maneiras de pensar fora da caixa.

Gostou do artigo? Agora que você já sabe como lidar com o bloqueio criativo, curta nossa página no Facebook para não perder nossas próximas postagens!

Você pode gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *