4 coisas que não podem faltar ao montar o seu portfólio

Procurar um emprego é sempre um momento de muita ansiedade, em especial para aqueles que estão no início da carreira. Se você é da área criativa e está em busca do primeiro emprego ou estágio, deve saber como um bom portfólio é importante para conquistar a vaga desejada.

Se você não sabe como montar um portfólio, confira as dicas deste post e saiba as 4 coisas que não podem faltar nesse instrumento que é a maior apresentação do seu trabalho!

O que eu devo demonstrar com meu portfólio?

Nos processos seletivos para áreas criativas (como arquitetura, artes e design), além do tradicional pacote que soma provas e entrevistas, o portfólio é o elemento utilizado para analisar candidatos e destacar um bom profissional entre eles.

Por meio dele, é fundamental que você possa demonstrar profissionalismo, criatividade e pessoalidade. Ou seja, o portfólio deve apresentar suas habilidades, tanto técnicas quanto criativas, mas também suas características pessoais. Assim, o entrevistador pode conhecer um pouco sobre você antes mesmo de marcar uma entrevista.

O que não pode faltar na hora de montar portfólio?

Se você está procurando uma experiência profissional e sabe a importância do portfólio nessa jornada, saiba que é preciso muito cuidado na hora de montar o seu. Confira o que não pode faltar:

1. Objetivos

Encare o portfólio como um projeto. O que você pretende com ele? Quais habilidades criativas e técnicas você pretende apresentar? Ele será mais generalista, com trabalhos diferentes, ou mais especialista, de acordo com a vaga dos seus sonhos?

Ter um objetivo claro vai ajudar você a organizar, escrever e selecionar trabalhos para seu portfólio de modo que todos os elementos estejam em harmonia.

2. Informações pessoais

Como falamos acima, não basta apenas apresentar suas habilidades: é preciso mostrar também suas características pessoais. Reserve um espaço para falar sobre você, seus gostos e suas aspirações. O que levou você para a faculdade? O que espera como pessoa?

Essa não é apenas uma oportunidade de mostrar sua paixão profissional: dizer que gosta de viajar ou assistir séries, por exemplo, representa muito sobre você e pode gerar mais afinidade com seu contratante antes mesmo de uma entrevista presencial.

3. Boa seleção e apresentação de trabalhos

Seguindo seu objetivo, é hora de selecionar quais trabalhos deseja apresentar. Independente de ser generalista ou especialista, a seleção deve estar de acordo com um princípio: qualidade vale mais que quantidade.

Selecione seus melhores trabalhos e, principalmente, escreva boas descrições de cada um deles. Dê preferência em mostrar como o seu trabalho ajudou a resolver um problema. Apresente o processo de criação. Um estudo de caso pode ser mais importante que um visual impactante.

4. Divulgação

Promover o seu trabalho é fundamental para que mais pessoas possam te conhecer e, assim, aumentar significativamente as chances de encontrar oportunidades profissionais. Utilize a assinatura do seu e-mail e seus perfis nas redes sociais para divulgar o link do seu portfólio, por exemplo.

Agora que você já sabe o que não pode faltar na hora de montar portfólio, que tal preparar o seu? Seguindo as dicas desse post, as chances de você conseguir o emprego dos sonhos ficam ainda mais altas!

Gostou deste post? Você tem outras dicas sobre portfólio? Compartilhe conosco nos comentários logo abaixo, e não se esqueça de nos acompanhar no Facebook!

Você pode gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *