Como criar plantas humanizadas à mão?

Quem é arquiteto ou estudante de arquitetura sabe o quanto as plantas são fundamentais durante a elaboração de um projeto de interiores. Nesse sentido, a criação de plantas humanizadas se torna ideal para profissionais que desejam entregar um projeto mais agradável e de fácil compreensão para os clientes. 

Com a praticidade da tecnologia e a correria do dia a dia, muitos arquitetos adquiriram o hábito de desenvolver as plantas através de softwares inteligentes e programas específicos, como o AutoCAD e o Sketch Up.

Mas você sabia que é possível criar plantas humanizadas à mão de forma descomplicada e eficiente?

As plantas humanizadas feitas à mão trazem maior personalidade ao projeto, apresentando cores e texturas únicas. 

Mas não é só isso!

Este tipo de planta proporciona diversas outras vantagens para o projeto de interiores. 

Quer saber mais? Então, descubra hoje como criar plantas humanizadas à mão e quais as vantagens que elas oferecem.

Mas afinal, o que é uma planta humanizada?

Também conhecida como humanização de desenhos, a planta humanizada é um conceito utilizado na arquitetura e urbanismo para se referir a prática de elaborar desenhos para a apresentação de projetos mais didáticos e de fácil compreensão por leigos. 

Em outras palavras, a planta humanizada é um recurso utilizado pelos profissionais da área para que o cliente entenda melhor a planta baixa do projeto. 

Este tipo de planta conta com diversos artifícios, como cores, texturas, iluminação, mobília, paisagismo e outros detalhes para trazer maior personalidade ao projeto e enriquecer sua apresentação.

Através da planta humanizada, o cliente tem melhor percepção e entendimento do espaço,  compreendendo com mais facilidade o resultado final do projeto e as sugestões do arquiteto. 

As plantas humanizadas são ideais para clientes que necessitam visualizar com maior proximidade como o ambiente ficará depois de pronto.

Quais são as vantagens

Como você conferiu, as plantas humanizadas apresentam grande riqueza de detalhes e conferem maior personalização ao projeto. 

Mas, como já comentamos, nós é só isso!

Conheça outras vantagens de investir nesse estilo de planta para os seus projetos de arquitetura:

  • a planta humanizada pode ser utilizada em qualquer projeto de interiores;
  • confere ao projeto maior fidelidade à realidade;
  • facilita a interpretação por parte do cliente quanto o tamanho dos cômodos, os materiais utilizados, a disposição dos mobiliários, etc;
  • viabiliza a apresentação do projeto a pessoas leigas;
  • utiliza desenhos bastante didáticos;
  • apresenta uma noção mais tangível sobre a função de cada espaço;
  • traz mais clareza à compreensão do layout;
  • pode ser criada tanto no formato digital quanto no impresso;
    apresenta sugestões de disposição e adequação de móveis e demais instalações;
    mexe com a imaginação do cliente e o transporta para os espaços apresentados no projeto.

Como criar plantas humanizadas

Agora que você já conferiu as principais vantagens das plantas humanizadas, que tal aprender a criar as suas próprias plantas à mão?

Confira as dicas que separamos para te auxiliar nesta tarefa: 

Escalas

Selecione duas escalas, preferencialmente que uma seja a metade da outra, e treine até dominar pelo menos uma delas. Assim, é só dobrar a medida para utilizar a segunda escala. 

Exemplo: 1:25 e 1:50 ou 1:200 e 1:100. 

Peso gráfico

Por ser uma representação em 2D, a planta feita à mão conta com uma hierarquia de linhas para mostrar o que está mais longe ou perto da visão. 

O uso de canetas com pontas de diferentes espessuras auxilia na criação do peso gráfico.

As canetas 0.2 podem ser utilizadas para textos e linhas de piso, já as canetas 0.5 são indicadas para desenhar mobiliário, esquadrias e vegetação. Por fim, a caneta 1.0 é utilizada para o preenchimento de paredes.

Mobiliário

Nas plantas humanizadas feitas à mão, o ideal é que o mobiliário seja desenhado à mão livre. As réguas não devem ser utilizadas para desenhar, apenas para fazer marcações. 

A dica para desenhar os móveis é começar com formas geométricas simples. Em seguida, vale acrescentar mais algumas linhas para dar forma ao desenho. Para finalizar, basta trabalhar os detalhes da peça.

Esta técnica também vale para a representação de objetos e vegetação. 

Sombreamento

Para dar maior realismo aos objetos, é importante acrescentar as sombras. Para isso, basta fazer pequenos riscos em um ângulo de 45º nos cantinhos do mobiliário, ligar os pontos com uma linha reta, criando a projeção da sombra no chão, e preencher a projeção com uma caneta cinza.  

Pintura

O acabamento da pintura pode ser feito com duas tonalidades diferentes para proporcionar um aspecto mais iluminado ao desenho.

Lembre-se de sempre começar com o tom mais escuro e finalizar com a cor mais clara. 

É possível experimentar diversas cores e criar diferentes combinações de tonalidades, como o verde e o amarelo, o rosa e o laranja, entre outras.

Onde encontrar os materiais adequados

Como você conferiu, as plantas humanizadas oferecem diversas possibilidades de criação e representam um projeto mais personalizado e atrativo. 

Para começar a desenvolver as suas próprias plantas humanizadas à mão, é preciso contar com os materiais necessários para este tipo de projeto:

Todos os materiais acima, e diversos outros, você encontra na Grafitti Artes! 

A Grafitti é especialista em materiais para desenho, pintura e artesanato, oferecendo uma grande variedade de ferramentas para dar início aos seus projetos arquitetônicos.

Acesse a loja virtual da Grafitti Artes e adquira todos os materiais necessários para criar os seus próximos projetos de plantas humanizadas à mão!

Você pode gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *