Como utilizar tintas acrílicas com diluentes?

As tintas acrílicas são importantes ferramentas artísticas muito utilizadas por pintores profissionais e amadores, estudantes de arte e adeptos do artesanato. 

Devido à sua grande versatilidade e fácil aplicação, esse tipo de tinta pode ser empregada em diversas técnicas e nas mais variadas superfícies, como tela, madeira, papel, tecido e metal. 

A maior resistência à oxidação, além da secagem rápida, fazem da tinta acrílica uma das preferidas de muitos artistas na hora de dar vida a novas obras e trabalhos. 

Os principais benefícios desse tipo de tinta já foram destaque aqui no blog no artigo “Quais as vantagens de utilizar tinta acrílica”, (se você não conferiu ainda, acesse aqui). E hoje, as tintas acrílicas voltam a ser assunto por aqui, mas em um tema diferente: o uso com diluentes.

Portanto, se você quer aprender como utilizar tintas acrílicas com diluentes, confira as dicas de hoje! 

Como diluir as tintas acrílicas

Descubra algumas técnicas básicas para diluir a tinta acrílica e alcançar diferentes consistências e resultados com o material. 

Aplique a tinta em um recipiente

O primeiro passo é aplicar uma pequena quantidade de tinta na paleta ou em um recipiente para misturar. 

Como esse tipo de tinta tem uma secagem mais rápida, o indicado é utilizar pequenas quantidades aos poucos, adicionando mais conforme a necessidade para evitar desperdícios. 

Acrescente água à tinta

A tinta acrílica é solúvel em água. Por isso, basta acrescentar um pouco de água à composição para alcançar a diluição desejada.

Para diluir um pouco a tinta acrílica, deve-se umedecer o pincel em água limpa e iniciar a pintura. Já para realizar uma diluição mais forte, o indicado é despejar a água diretamente na paleta ou no recipiente onde está a tinta. 

Mas lembre-se de nunca misturar a tinta com mais de 50% de água, pois isso pode deixar a cor transparente demais e prejudicar a aderência da tinta na superfície. 

Após acrescentar a água, é preciso misturar bem os dois componentes para deixar a tinta uniforme e evitar que ela forme grânulos. 

Para alcançar diferentes resultados, vale utilizar gel na diluição. Enquanto a água afina a tinta e a deixa mais líquida, o gel encorpa o material e o deixa mais transparente.

Outra dica é secar os pincéis em uma toalha de papel para evitar o excesso de umidade que pode diluir demais a tinta acrílica. 

Misture um agente diluente ou anticongelante

Se você preferir, pode substituir a água por uma substância própria para diluição de tinta acrílica ou anticongelante.

Além de controlar melhor o processo de diluição, estes componentes evitam que a tinta seque muito rápido. 

A utilização dos diluentes e anticongelantes deve sempre seguir o rótulo do produto. Afinal, existem diferentes reações para cada tipo de tinta acrílica utilizada. Mas no geral, deve-se adicionar a substância aos poucos e em pequenas quantidades com o auxílio de um pincel.

Utilize uma espátula para verificar a consistência

Após realizar a diluição, utilize uma espátula para espalhar a tinta em um pedaço de tela ou superfície para testes. 

Ao realizar a checagem é possível identificar com mais facilidade se a consistência e a tonalidade da tinta acrílica estão adequadas para o trabalho. 

Adicione gesso à tinta

Além de ser utilizado como um preparador para a superfície de pintura, auxiliando na fixação da tinta, o gesso também pode servir para diluir a tinta, fazendo com que ela renda mais. 

Para isso, o indicado é utilizar um pincel limpo para misturar o gesso com a tinta acrílica. É importante lembrar que acrescentar o gesso à mistura com água ou diluente próprio pode deixar a tinta suave demais. 

Limpe bem as ferramentas utilizadas

Após finalizar a diluição, limpe bem os pincéis, espátulas e demais ferramentas utilizadas. 

Afinal, a sujeira e os restos de outras tonalidades deixadas nos materiais podem se misturar com a nova tinta e estragar a cor. 

O álcool isopropílico e a terebintina podem ser utilizados na limpeza, pois diluem e removem os resíduos de tinta acrílica que ficaram nos pincéis.

Ao seguir estas dicas você terá cada vez mais experiência e prática na diluição das tintas acrílicas, chegando à cor desejada com mais facilidade. Se precisar, anote o processo realizado para alcançar determinada tonalidade.

O que fazer se a tinta endurecer? 

Por apresentarem um tempo de secagem mais rápido, as tintas acrílicas podem endurecer com mais facilidade, impossibilitando a pintura. 

Anote algumas dicas do que fazer nesses casos: 

Confira o estado da tinta 

Ainda que tenha engrossado e ficado mais firme, a tinta pode ser reaproveitada se estiver um pouco grudenta e maleável.

Caso a tinta esteja totalmente endurecida, é hora de fazer a limpeza da paleta e aplicar uma nova porção.

Para conferir o estado da tinta, utilize os dedos, o cabo do pincel ou uma espátula para pressionar a mistura. Se uma marca se formar, é sinal de que a tinta ainda pode ser reaproveitada.

Acrescente água ou diluente

Com o auxílio de uma espátula, acrescente água ou diluente à tinta e misture bem, segurando a paleta ou o recipiente com firmeza.

Tente moer a tinta 

Para reaproveitar uma tinta bastante endurecida, mas ainda maleável, é necessário forçar a espátula para “triturar” a substância e misturar a água. 

Se após alguns minutos a consistência continuar a mesma, significa que a tinta está dura demais e não pode mais ser reutilizada.

Se você gostou das dicas de hoje e quer testar novas consistências e tonalidades das tintas acrílicas por meio da diluição, acesse a loja da Grafitti Artes e adquira todos os materiais necessários. 

Na Grafitti você encontra tintas acrílicas, paletas, pincéis, espátulas, diluentes e dezenas de outros produtos para pintura e artesanato. 

Confira a variedade de produtos e preços que a Grafitti Artes oferece para você levar materiais de alta qualidade pelo melhor preço.

Você pode gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *