Volta às aulas: materiais essenciais para os estudantes de artes

O ano já começou e as férias terminaram. Agora é hora de voltar à rotina do dia a dia de trabalho e estudos. E para muitos estudantes a parte mais animadora da volta às aulas é a compra do material.

Escolher cadernos, lápis, borracha e demais equipamentos de artes que serão usados ao longo do ano trazem um novo fôlego aos estudos e elevam as expectativas para as aulas.

Pensando nisso, a Grafitti Artes separou uma lista de materiais essenciais para você estudante de artes começar as aulas com tudo em dia.

Os materiais para arte

O aprendizado das artes é bastante amplo, abrangendo desde disciplinas teóricas como estudo da História da Arte e Antropologia até técnicas de desenho, pintura, escultura e fotografia.

A grande quantidade de aulas práticas exige dos alunos os mais diversos materiais para a realização das atividades. Afinal, grande parte das habilidades nas artes são resultado de muito estudo e prática.

Conheça agora os materiais essenciais que os estudantes de arte devem ter para a volta às aulas neste início de ano letivo. 

  • Lápis de cor
    O primeiro item da lista são os tradicionais lápis de cor. Muito utilizados nas escolas, esses lápis também são úteis no trabalho artístico, pois produzem diversos tipos de traçados e em cores fortes e vivas. Os lápis de cor são relativamente baratos, contudo, é preciso observar a qualidade do material durante a compra. Existem diversas marcas e modelos no mercado, alguns mais duros e secos e outros mais macios e moles. Um lápis de cor de qualidade deve ser agradável de usar, com pigmentos vivos e de fácil aderência ao papel. Durante o uso a ponta deve ficar firme, deslizando com facilidade e sem gerar atrito com o papel. 
  • Aquarela (watercolor)
    O lápis de cor aquarelável é feito a base de goma e é solúvel em água. E assim como os modelos tradicionais, a base de cera, os lápis aquarela precisam se adaptar bem ao papel, não borrando o desenho. Sendo uma alternativa ao lápis de cor tradicional, o modelo aquarelável deixa as cores mais translúcidas quando entra em contato com a água.
  • Tinta guache
    De aparência opaca e fosca, a tinta guache possui maior pigmentação que a tinta aquarela. Contudo, vale ressaltar que mesmo depois de seca a guache continua solúvel em água. A opacidade dessa tinta permite que o artista cubra qualquer cor ao fundo, além de não refletir a luz, facilitando, portanto, o registro fotográfico das obras. Uma das maiores vantagens da tinta guache é a rapidez na secagem, o que torna a finalização dos trabalhos ainda mais ágil.
  • Caderno
    Os cadernos são importantes auxílios para os artistas, já que guardam desenhos, pinturas, dicas e demais registros. Além de muito úteis, os cadernos também ganharam versatilidade, sendo encontrados em diversos tamanhos e modelos. Os cadernos sem pauta, por exemplo, são ideias para quem tem o costume de escrever ou desenhar sem o auxílio de linhas. Já o modelo pontilhado é mais indicado para pessoas que ainda não possuem total habilidade para escrever em linha reta. Outra função dos pontinhos é oferecer uma melhor noção de espaço e de uso da folha. O caderno quadriculado é mais utilizado para fazer listas, trackers e demais desenhos que utilizem os quadradinhos como base.
  • Lápis
    O lápis é um dos mais importantes instrumentos para estudantes de arte, por isso, existem diversas graduações e numerações diferentes para a aplicação nos desenhos. O tradicional lápis nº 2 é o mais utilizado pelas pessoas, contudo, ele não é o mais indicado para a criação de desenhos em diversos tons diferentes. Para a prática de desenho técnico, por exemplo, indica-se o lápis HB. Já para a realização de esboços, os modelos B e 2B são os mais adequados.
  • Canetas nankin
    As canetas nankin são essenciais para estudantes de arte que realizam desenhos em preto e branco. A tinta nankin é caracterizada por ter um forte pigmento negro e ser bastante fluida. A rápida absorção no papel exige técnica e destreza do artista, afinal, o nankin se infiltra rapidamente nas fibras do papel, dificultando a correção do desenho após a secagem da tinta.
  • Giz de cera
    A mistura básica de cera com diversos pigmentos é o que dá origem ao giz de cera, utensílio utilizado para desenhar, escrever e pintar sobre diversas superfícies como papel, cartolina e até tecidos. Na produção artística o giz de cera derretido ganhou destaque nos últimos anos, pois é fácil de fazer e resulta em imagens coloridas e diferentes.

Confira agora outros itens essenciais para a volta às aulas este ano:

Gostou das dicas? Todos os materiais indicados no post de hoje podem ser encontrados na Grafitti Artes, loja especializada em materiais para arte, desenho e pintura.

Faça suas compras de voltas às aulas na Grafitti Artes. Acesse o site e conheça a variedade de produtos, marcas e preços. 

Você pode gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *