Dicas para misturar as cores de tintas PVA

Em nosso texto sobre pintura para iniciantes demos uma pincelada no tema, neste post você descobrirá instruções valiosas para misturar tintas e economizar dinheiro com os pigmentos.

Coletamos dicas do artista plástico Peter Paiva, da maquiadora Paula Gavazzi, e das pintoras Magaly Gouveia e Carolina do blog Pintar é fácil, que ensinam como manejar as cores básicas de tintas para obter as mais diversas possibilidades.

Magaly aponta que a mistura de cores é: algo que muitas vezes agonia os iniciantes e os faz se afastarem da técnica por acharem que é muito complicado.” Contudo é mais simples do que você imagina, para começar você só vai precisar de tintas nas cores:

  • vermelho;
  • amarelo;
  • azul;
  • branco;
  • preto.

Peter Paiva também ensina outra variação com a qual é possível criar todo o círculo cromático, que abrange:

  • azul 
  • rosa;
  • amarelo;
  • vermelho.

Não é preciso ter medo de criar resultados errados, afinal o máximo que pode acontecer é produzir cores neutras e sem vivacidade, as quais podem ser modificadas adicionando um pouco mais de pigmento.

Magaly explica que você pode: “por exemplo, adicionar sempre azul ao branco para escurecer, em vez de tentar aclarar o azul adicionando branco.” Outra dica valiosa é para não exagerar na quantidade de tinta que pretende misturar:

Ao invés de misturar completamente duas cores da tua paleta, pára um pouco antes que as cores estejam totalmente combinadas. Assim obterás um resultado muito mais interessante quando colocar essa mistura na tela O resultado será uma cor intrigante, que varia ligeiramente ao longo da área onde foi aplicada, não é plana e consistente!

Lembrando que as cores vermelho, amarelo e azul não podem ser obtidas com outras misturas, mas quando aliadas ao branco, preto ou rosa podem criar todas a demais cores. Só é preciso variar as proporções para obter mais matizes.

Confira as dicas para mesclar as cores de Magaly

Podes utilizar alizarin crimson (vermelho frio), azul ultramarino (azul frio) e amarela de cádmio claro ou amarelo hansa (amarelo frio). Ou podes utilizar vermelho cádmio (vermelho quente), azul phtalo (azul quente), amarelo cádmio (amarelo quente) Mas atenção, estas não são as únicas alternativas que podes escolher.

A pintora ressalta também a importância ao se escolher sobre a força do pigmento: “A cor opaca tem uma força ou influência muito maior do que uma cor transparente.” Não existem cores certas ou erradas para pintura, por isso não se preocupe tanto com a realidade nos tons.

É claro que algumas cores podem harmonizar melhor com as demais a sua volta, mas não existe erro. A arte deve ser uma forma livre de se expressar e não um local para regras restritas.

Se você quiser exemplos, Paula Gavazzi explica como obter boas nuances apenas misturando cores:

 

  • “PRIMÁRIAS: azul, amarelo e vermelho existem em todas as cores. Ou seja, elas não podem ser decompostas mas criam outra cores.
  • SECUNDÁRIAS: cores que combinam 2 cores primárias, resultando em uma outra cor. Temos o verde (amarelo+azul), violeta (vermelho+azul) e laranja (amarelo + vermelho).

 

  • TERCIÁRIAS: obtida quando temos uma cor da mistura de um cor primária+secundária. São as cores de nuance que encontramos no círculo entre uma cor primária e secundária. EX: azul+verde = verde azulado; Vermelho+Violeta = rosa.”

Veja como funciona na prática no exemplo cromático a seguir:

circulo cromatico

Magaly acrescenta ainda que: “Todas as cores afectam as cores adjacentes a ela e, por sua vez, estas são afetadas pela cor adjacente, conforme observado na lei de contraste simultâneo.

Você pode utilizar o modelo de círculo cromático acima mostrado. Para obter combinações que são mais agradáveis aos olhos basta usar cores opostas ao círculo, por exemplo:

 

cores quentes e cores frias

Usando verde e laranja você pode: pintar um pé de laranja; um peixe palhaço em meio a um oceano esverdeado; ou um pôr do sol em meio a uma clareira. Usando amarelo e roxo é possível criar pinturas lúdicas: corujas a noite, um balão de São João voando no céu amarelado ou o que a sua criatividade imaginar.

Com essas dicas será possível criar uma pintura belíssima mesmo com uma paleta limitada, basta realizar uma boa mistura entre elas para obter cores mais bonitas. Aplique-as em suas telas e divida o resultado com a gente no Instagram!

Você pode gostar de...

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *