4 tipos de tintas para artesanato que você precisa conhecer

Cada pessoa encara o seu próprio processo criativo de maneiras diferentes e tem alguns materiais favoritos na hora de expressar a sua arte. São várias as alternativas do mercado e cada uma delas pode apresentar resultados interessantes. Por isso mesmo, existem alguns tipos de tintas para artesanato que você precisa conhecer.

Com características e expressividades únicas, elas podem ser exatamente o que você deseja para ter um desempenho ainda melhor enquanto artista. Quer aprender um pouco mais sobre elas para depois fazer a melhor escolha? Então não deixe de conferir o que preparamos a seguir:

1. Tinta guache

O guache é um dos tipos de tintas para artesanato mais comuns em todo o mundo e quase todas as pessoas o conhecem. Isso se deve, sobretudo, à sua grande versatilidade. Muitos artistas preferem as marcas internacionais, embora existam produtos nacionais bastante razoáveis nos dias de hoje.

Solúvel em água, ela seca muito rápido e pode voltar ao seu estado anterior se o líquido for adicionado novamente. Um detalhe importante é que, no caso de pinturas, é necessário fazer uma impermeabilização com o verniz spray para não correr o risco de perder o seu trabalho caso ele se molhe ou fique úmido, por exemplo.

2. Tinta a óleo

Também não dá para falar dos tipos de tintas para artesanato sem citar a tinta a óleo. Sua utilização remete a artistas clássicos como Monet e Van Gogh, mas esse é um item ainda muito apreciado e utilizado em nossos tempos. Vai bem não apenas em telas, como também em artigos de decoração e arquitetura.

Vale lembrar que é preciso tomar cuidado com a presença de poeira ou com a incidência de luz solar direta sobre o produto. Após a sua aplicação, o ideal é deixar a obra secar em um local bem protegido e só aplicar o verniz depois de, no mínimo, um mês para que as tintas não fiquem amareladas ou percam sua transparência.

3. Tinta nanquim

A utilização do nanquim nas obras artísticas é muito admirada e já existe um ou mais estilos próprios de uso que são únicos pelas características peculiares que essa opção concede ao trabalho. Mesmo pessoas leigas no assunto conseguem bater o olho em uma obra e perceber que essa foi a escolha do artista.

O povo chinês já conhecia e usava o nanquim em seus manuscritos há milênios e foram eles mesmos que inventaram a sua técnica de produção. Apesar disso, o material conquistou ainda mais fama no Japão. A tinta nanquim tem como suas principais qualidades a sua fluidez opacidade e a secagem rápida.

4. Tinta acrílica brilhante

Por fim, a tinta acrílica brilhante é outro dos tipos de tintas para artesanato que você precisa conhecer. Com imensa versatilidade de uso, adere muito bem a diversos materiais e é perfeita para ser aplicada sobre madeiras, cerâmicas, gesso, isopor, cortiças, artigos de couro, plástico, alumínio, latão e até vidros.

O acabamento vivo, em linhas gerais, dispensa o uso de verniz. Excelente para iniciantes, especialmente por ser versátil, ela seca bem rápido e dilui facilmente em água. É possível obter um efeito tipo aquarela, caso seja muito dissolvida ou um resultado mais próximo da tinta óleo, caso esteja mais concentrada.

Esses são alguns tipos de tintas para artesanato que você precisa conhecer! Gostou do conteúdo? Então que tal assinar a nossa newsletter? Se preferir siga a nossa página no Facebook.

Você pode gostar de...

1 Resposta

  1. Alice disse:

    Diferentes tipos de tintas, mas a que eu mais uso é a tinta acrílica nos meus trabalhos em pequenas peças de mdf… Curtiii o artigo!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *