Conheça novos artistas dos quadrinhos brasileiros

Quando se pensa em quadrinhos brasileiros nomes consagrados como Maurício de Souza, Ziraldo, Laerte e Angeli vem à mente, neste texto trouxemos uma abordagem diferente da tradicional. Vamos te apresentar artistas nacionais que você provavelmente ainda não conhece, mas que oferecem trabalhos únicos.

Quadrinhos feitos por mulheres para mulheres

Embora o feminismo venha ganhando cada vez mais força, no mundo dos quadrinhos, este tema está começando a conquistar o seu espaço. O site Lady Comics mostra as artistas nacionais que trabalham na área, e que talvez você ainda não tenha tido a honra de conhecer.

Gatamarela

Trata-se de um grupo composto por quatro ilustradoras feministas de Recife/PE: Jacqueline Lima (Jac), Kau Bispo (Kau), Gisele Rosa (XL Rosa) e Mary Moss (Mary), juntas elas escrevem tirinhas para a página Gata Amarela no Facebook. Os quadrinhos retratam sobre pautas como as diferenças de gênero, machismos velados no cotidiano e empoderamento feminino. Veja algumas dessas tirinhas:

quadrinhos brasileiros

Gatamarela – XLRosa

quadrinhos

Gatamarela – Kau

Gatamarela – Mary

Gatamarela – Jac

Point of View

Trata-se de uma webcomic semanal, escrita e desenhada por Carol Pimentel, ilustradora brasileira que já trabalhou em grandes títulos internacionais como O Espetacular Homem-Aranha e Aranhaverso, Wolverine, Deadpool, X-Men, X-Men além de várias Coleções Históricas Marvel. A obra retrata histórias do cotidiano aliada e memórias do passado em diferentes pontos de vista. Confira alguns deles:

Carol Pimentel

Carol Pimentel

 

Marcelo D’Salete

Marcelo D’Salete trata em seu trabalho sobre a violência contra jovens negros, além da discriminação sofrida em grandes cidades. Ao todo, Salete já publicou cinco histórias, abordando temas como violência urbana, discriminação e os problemas enfrentados por esses jovens.

O artista recebeu o prêmio Eisner Awards na categoria Best U.S. Edition of International Material (melhor edição americana de material estrangeiro), com a HQ Cumbe, que conta sobre a luta contra a escravidão partindo do ponto de vista dos escravos. Separamos dois desenhos da obra para você apreciar:

Marcelo D’ Salete

Marcelo D’ Salete

 

Klewerton Bortoli

Autor de Teoria – um quadrinho sobre um homem que está trancado sozinho em casa e que começa acreditar que há alguém do lado de fora -, tem como diferencial a ausência de diálogos, há apenas onomatopéias para representar o desespero do protagonista.  Vale a pena conferir:

Klewerton Bortoli

Klewerton Bortoli

Rio Negro

É um prato cheio para quem gosta de obras de terror e folclore nacional. O quadrinho de Ikarow faz um paralelo entre as histórias de Lovecraft, que retratam em sua maioria sobre monstros e aliens que vivem em águas profundas e as lendas amazônicas. O enredo ocorre durante uma expedição na Amazônia, quando a protagonista começa a ter uma série de sonhos com criaturas lovecraftianas, tornando o Rio Negro algo completamente sombrio. Veja algumas das artes:

Ikarow

Ikarow

Volt

Você conhece alguém que tem preguiça de ler quadrinhos extensos com grandes volumes e edições? Vinicius Posteraro inovou criando um quadrinho curto, de apenas seis páginas, que relata a história de um macaco que decide passear na floresta e que durante esse trajeto acaba encontrando com alguns “homens macacos” (humanos) extremamente hostis. Confira:

Vinicius Posteraro

 

Mavian e Bartholo

Juntos os autores criaram Insubstituível – uma história que mostra um homem com visões distorcidas do mundo -. Assim como o quadrinho Rio Negro, este também é inspirado em contos de Lovecraft e tem como temática monstros aquáticos. Confira algumas das artes:

Mavian e Bartholo

Mavian e Bartholo

 

Gostou do artigo? Conhece mais algum quadrinho nacional que mereça destaque? Conte para nós comentários.

Você pode gostar de...

1 Resposta

  1. Rogério disse:

    O Vinícius Posteraro acaba de criar um novo estilo nas HQs…a Mini-Hq…muito bom! faltou os links para os respectivos autores…

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *